FANDOM


Infobox-Chefão
Chefão
Informação gerais
Filme em destaque Rio 2
Curta metragem
Video games
Vozes Bandeiras-EUA  Miguel Ferrer
Bandeiras-Afiliados-Português do Brasil  Ronaldo Júlio
Informação de personagem
Espécies Humano
Gênero Masculino
Pseudônimos
Penas/Cabelo/Cor de pele Moreno
Olhos Castanhos
Amigos
Inimigos Linda
Tulio
Destino Falecido
Citação

Chefão é o principal antagonista de Rio 2. Ele é o líder dos madeireiros que estão desmatando a Amazônia.

Quando Linda e Tulio descobrem que há mais Ararinhas vivas na Amazônia, chamam a atenção para o local da selva onde os madeireiros estão trabalhando ilegalmente. Para se certificar de que ele e seus trabalhadores não serão encontrados pelas autoridades, Chefão os declara inimigos e exige que eles sejam silenciados, antes que eles possam provar que existem Ararinhas vivas lá, e trazer a mídia para o local.

Biografia

Chefão é visto pela primeira vez assistindo ao noticiário na TV, quando descobre que Tulio e Linda estão procurando Ararinhas ao redor da área onde seus madeireiros estão trabalhando. Furioso com a notícia, ele joga o controle remoto na tela da TV, quebrando-a, chamando o casal de "eco-chatos". Ele envia uma mensagem de voz a alguém, pedindo seu barco. Ele então joga o pirulito que ele estava chupando para dentro do tanque de piranhas em seu escritório e sai. As piranhas comem de forma agressiva o pirulito vermelho. 

Pouco depois que a família das ararinhas e os outros chegam à selva amazônica, Chefão é visto chegando na área de barco. As árvores ao redor estão todas cortadas. Quando ele entra na tenda de seus trabalhadores, ele vê um de seus empregados jogando xadrez com seu amigo Mico Imperador. O macaco ganha, e por isso ele diz que sempre soube que o homem não era mais esperto do que um macaco.

Em seguida, ele mostra aos madeireiros um jornal com uma foto de Tulio e Linda, e lê, "Pássaros Raros na Amazônia". Ele explica que eles são uma ameaça ao seu trabalho ilegal. Acariciando sua variedade de motosserras sugestivamente, e, finalmente, pegando um machado, ele lhes diz para não deixar que o casal "brincar em seu quintal". Ele diz a um deles que coloque um fim a sua "excursão de aves", e aos outros que mantenham o corte de árvores. Finalmente, ele joga o machado no mapa pendurado na parede e vai embora. Todos os seus trabalhadores ficam muito assustados com a atitude dele.

Linda e Tulio acabam encontrando os madeireiros, e Tulio é levado em cativeiro. Linda corre de volta ao seu acampamento, mas descobre que Chefão está lá. Ele foi levado lá pelo seu amiguinho o mico-imperador, que havia encontrado o seu acampamento mais cedo. Chefão e seus capangas amarram Linda e Tulio em uma árvore, ele zomba deles, chamando-os de "eco-loucos" mais uma vez e sai. A árvore que eles estão presos está marcada com um "X", o que significa que será cortada, e Linda e Tulio junto com ela.

No final do filme, os madeireiros ficam com medo das araras, mas Chefão diz que eles são apenas "pombos" de forma pejorativa, e exige que eles continuem o corte de árvores. Os madeireiros são atacados e derrotados pelo bando, de modo que Chefão resolve agir por si mesmo, colocando dinamite nas árvores. Quando ele acende o fogo, Blu chega e pega os explosivos, levando-os para longe. Chefão tenta impedi-lo, mas é derrubado por Nigel, que vai atrás de Blu. Chefão, em seguida, encontra-se cara a cara com uma jibóia gigante, e nervosamente oferece um pirulito. 

Mais tarde, vemos a mesma jibóia cuspir um pirulito, com a barriga cheia do tamanho de um ser humano, e o chapéu do Chefão sobre ela, revelando que ele foi comido vivo pela enorme cobra. O mico imperador aparece debaixo do chapéu, pega o pirulito e começa a chupá-lo.

Personalidade

Chefão é implacável, inteligente, cruel e ganancioso. Chefão sabe o que quer e sabe como levar as pessoas a fazê-lo. Ele não tolera ninguém em seu caminho, e não se incomoda com a destruição da natureza. Quando o seu comércio ilegal é posto em risco por Linda e Tulio, ele tenta se livrar deles. Ele trata os seus trabalhadores mal, assusta-os, e toma providências com suas próprias mãos quando precisa. 

Ele também parece ter um vício por pirulitos, sendo visto consumindo muitos deles durante do filme. Pórem, ele é agradável e amigável com o seu animal de estimação, mico-imperador, partilhando pirulitos com ele. Ele também é muito arrogante e mal-humorado; é bastante abusivo em relação a outros madeireiros, e não tem nenhum respeito pelos animais da Amazônia, chamando as ararinhas de "pombos" de forma pejorativa quando eles chegam ao local de desmatamento.

Aparência

Ele tem pele clara, é um tanto robusto, tem um bigode, e veste um terno branco e chapéu, com botas de couro.

Relacionamentos

Linda e Tulio

Chefão se irrita profundamente ao saber dos dois amantes de ave vasculhando a Amazônia, perto de onde eles estão desmatando. Ele logo resolve se livrar deles, não ligando para seu bem estar, ele manda que seus empregados botem fim neles. Quando pegos, Chefão os amarra a uma árvore que será demolida, mostrando que ele realmente faz qualquer coisa por seu negócio, deixando os dois para morrer.

Curiosidades

  • Ele é o quarto humano a ser um antagonista. Os três primeiros são Marcelo, Tipa e Armando
  • Ele e Marcelo compartilham algumas semelhanças:
    • Ambos são egoístas e cruéis com seus capangas. 
    • Cada um deles tem um animal que tem a mesma personalidade deles. 
    • Ambos sofreram uma derrota.
      • Marcelo foi preso. 
      • Chefão foi engolido por uma cobra e presumivelmente digerido.
    • Eles mantinham negócios ilegais por dinheiro.
      • Marcelo estava contrabandeando aves. 
      • Chefão estava destruindo a floresta amazônica.
    • Chefão e Marcelo também mostram respeito ou simpatia apenas por seus colegas animais; Nigel para Marcelo e um macaco para Chefão.
  • Chefão parece ser viciado em pirulitos, já que ele é visto consumindo um monte deles.
  • Ele tem uma foto de si mesmo em pé sobre uma grande árvore cortada para baixo, emoldurada em seu escritório.
  • Seu escritório tem uma variedade de produtos animais (chifres, uma capivara empalhada, um tanque cheio de piranhas com um crânio de touro no fundo, um troféu de touro que poderia ser devido a pecuária, e uma cobra empalhada.)
    • Curiosamente, produtos animais são muito prejudiciais para o meio ambiente, o que reforça a sua personalidade anti-ecológica. O troféu pode muito bem ser devido a prática da pecuária, já que essa é a principal razão para o desmatamento da Amazônia.

Citações

Galeria