FANDOM


Infobox-Eduardo
Eduardo
Informação gerais
Filme em destaque Rio 2
Curta metragem
Video games
Vozes Bandeiras-EUA  Andy Garcia
Bandeiras-Afiliados-Português do Brasil  Hercules Franco
Informação de personagem
Espécies Ararinha-azul
Gênero Masculino
Pseudônimos
Penas/Cabelo/Cor de pele Azul ciano
Olhos Verdes
Amigos Jade (filha)
Mimi (irmã mais velha)
Blu (genro)
Bia (neta)
Carla (neta)
Tiago (neto)
Roberto
Inimigos Felipe
Chefão
Destino Vivo
Citação "Eu sou vovô!"

Eduardo é um personagem em Rio 2, pai de Jade e líder da tribo das Ararinhas Azuis vivendo na Amazônia.

Biografia

Eduardo é informado de que algumas aves estavam voando perto demais dos humanos, e vem tirar satisfação. Quando ele interroga Blu, Jade o defende e os dois se surpreendem por se reencontrar. Emocionado, ele pede desculpas por não ter podido acha-la quando se perdeu, por causa de um incêndio causado por madeireiros. Ele então chama toda a tribo para recebe-la.

Eduardo fica super contente em ser avô, e dança "Você Chegou" com os netos, levando-os para que se pintem como os outros da tribo. Ele porém, afirma ao pessoal da cidade que não aceita utensílios humanos na selva, confiscando o chapéu de tampinha de Nico. No dia seguinte, Eduardo quer ensinar Blu a se adaptar a floresta, mas acaba se frustrando ao descobrir que ele não tem o menor jeito, e ainda por cima, ele descobre que Blu já foi um animal de companhia humana. Eduardo avisa Roberto que fique de olho nele, desconfiado.

Blu acaba arrumando encrenca com a tribo das Araras Cangas, e as duas tribos acabam se encontrando no Poço Sem Fim para resolver isso. Uma partida de futebol decidirá quem vai ficar com o pomar inteiro de castanhas do Pará, comida extremamente valorizada pelas araras. Eduardo assiste o jogo frustrado, contando com Roberto como capitão do time das Ararinhas. Blu insiste que quer jogar, e ao não ver mais oportunidades, devido à Felipe machucar todos os seus jogadores, ele deixa-o entrar no jogo.

Blu se empolga para se provar ao sogro, e acaba se precipitando, e marca um gol para o time errado, fazendo com que as Ararinhas percam. Eduardo, com muita raiva, afirma não poder esperar nada mais de um bicho de estimação. Mais tarde, a tribo é informada de que madeireiros estão se aproximando, e finalmente a hora de Blu se manifestar chega. Com seu conhecimento sobre humanos, ele sugere que a tribo enfrente as pessoas.

A tribo então ataca, liderados por Blu, e mais tarde, com a ajuda de Felipe e as Araras Cangas. Eduardo é atingido por uma escavadeira dos lenhadores e cai no chão, mas antes que possa ser ferido pelo trabalhador ilegal, Linda o salva. Ele assim percebe que humanos não são todos ruins.

No final, ele aceita Blu como ele é. E até mesmo permite que itens humanos sejam usados na selva.

Personalidade

Eduardo é durão e leva muito a sérios seu posto de chefe da tribo das Ararinhas azuis. Ele tem estritas regras que proíbem tudo que seja humano no território da tribo, e Araras Gangas e Ararinhas Azuis não invadem território uma das outras. Ele desconfia muito de humanos, assim como Jade fazia. Ele leva jogos de futebol muito a sério também e castanhas do Pará significam muito para ele e a tribo. Ao se deparar com Blu e sua presença e costumes bem "domésticos", ele não aceita muito bem.

Aparência

Ele tem a maioria das penas azul ciano como Jade, mas que mudam levemente de tom em diferentes áreas do corpo, com uma mancha escura que se assemelham a calças. Na cabeça ele tem penas eriçadas, deixando sua cabeça com um formato plano. Suas asas têm penas retas e de formas pontiagudas. Seu olhos são verdes e ele tem o que parecem ser grandes olheiras.

Relacionamentos

Jade

Pai e filha são muito unidos e têm personalidade semelhante em vários aspectos. Eles se separaram a anos quando lenhadores colocaram fogo na floresta, Eduardo procurou por Jade mas nunca a encontrou. Ao se reencontrarem, os dois se emocionam bastante. Eduardo quer o melhor pra ela, e acaba pondo grande peso nas costas de Blu por isso.

Blu

Eduardo agradece Blu por ter mantido companhia a Jade enquanto ele mesmo não pode, mas ao descobrir seu jeito mais domestico, ele acaba o vendo com maus olhos. Nunca acertando seu nome. Eduardo tenta treina-lo para ser da selva mas não ajuda muito a severidade com que o trata. Blu não ousa discutir mas acaba se sentindo muito excluído. Eduardo acaba aprendendo que conhecer humanos pode ser uma vantagem, e assim como Jade em Rio, Blu ajuda que ele mude de ideia quanto a eles.

Mimi

Mimi é a irmã mais velha de Eduardo e a única que não tem medo de enfrentar o chefe da tribo. Os dois se dão bem.

Bia, Carla e Tiago

Eduardo ama saber que é avô, e logo pede para ser chamado de "vovô" pelas crianças. Empolgado com elas, ele as leva para se pintarem para a dança da tribo, e gosta de passar tempo com elas.

Roberto

Roberto é muito amigo de Eduardo e Eduardo confia nele, para vigiar a tribo, para jogar futebol os representando, e para ficar de olho em Blu quando passa a desconfiar dele. Roberto parece ter sido treinado por ele para ser vigia, e se orgulha bastante do posto e da confiança. Ele é parte da família.

Citações

  • "Minha filha voltou!"
  • "Mimi, esse é o 'bilu'"
  • "Nada humano na selva."
  • "Não! Você usa seu bico"
  • "O quê? É de estimação? E você gostava?!"
  • "O passeio acabou"
  • "É jovem demais para aprender o jeito da selva, Tiago. Mas talvez alguns nunca aprendam."
  • "Você fez o que?!"
  • "E você fica fora disso! Já fez besteira demais"
  • "Eu vou te matar pochetezinha!"
  • "Vai na frente, Blu"

Galeria